Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017

 
 
 
 
 
 

Home >> Colunistas >> Fran Kauê >> Meu Pedido de Desculpas

 
 

Meu Pedido de Desculpas

 
 

Primeiro peço desculpas por carregar comigo o espírito sonhador que me faz acordar diariamente sonhando muitas vezes
com algo que para muitos é loucura ou impossível, mas que contagia e torna o inacreditável realidade.

Peço desculpas por viver em um mundo tão individualista e pregar diariamente o “companheirismo e a solidariedade”, por
transmitir os valores que para muitos pode ser ultrapassado, mas que para mim chama-se “amor ao próximo”.

Peço desculpas por muitas vezes me faltar palavras capazes de conscientizar nossos jovens que a droga mata, e que o
traficante vai tirar desses jovens não só os melhores anos da juventude, mas também a vida de cada um deles.

Peço desculpas por não ter acumulado fortuna ao longo de minha vida, pois sempre acreditei que o dinheiro não é capaz
de comprar as pessoas e apesar de ver muitos se vendendo por tão pouco ainda não encontrei um preço que pague por
minha honestidade, pois os valores que aprendi e prego são os valores morais e estes não tem preço.

Peço desculpas para as pessoas que me julgam ou me condenam sem ao menos conhecerem minha história, me perdoem
se os exemplos que transmito vão contra aquilo que vocês acreditam ou valorizam.

Peço desculpas também por não ter tão pouco para oferecer, mas aprendi desde criança que não precisamos de muito para
sermos felizes, apenas fazer o que nos propomos a fazer com dedicação e amor já é o suficiente.

Minhas desculpas também vão para os pessimistas que por trás de qualquer ação, sempre vão enxergar apenas o “lado
negativo”, porém vale lembrar que o impossível para muitos só existe porque ninguém teve coragem o suficiente para torná-
lo realidade.

Peço Desculpas principalmente para as pessoas que se incomodam com o brilho e o otimismo das pessoas de bem, mas
gostaria de lembra-las que até as “sombras” necessitam de luz para se fazerem enxergar.

E por fim peço desculpas por ter que me desculpar tantas vezes, afinal quem terminou de ler este texto até o final, merece
meu respeito e admiração, enquanto aqueles que me julgam e me fazem críticas, simplesmente vão ignorá-lo.

(Fran Kauê) Fundador da AEC Kauê e Coordenador do Projeto Correndo para o Futuro

 
 

Você comenta:

 
Colunista

Fran Kauê


Francisco Carlos, o Fran é ex-atleta profissional/universitário, foi jogador de Futsal, lutador de 06 estilos de artes marciais, e apaixonado por corridas, já participou de provas de 5km até ultra maratonas(provas de 24 horas), é fundador da AEC Kauê e Coordenador dos Projetos de Inclusão Social através do Esporte da entidade, além de esportista é consultor de informática e palestrante.