Terça-Feira, 16 de Jaeiro de 2018

 
 
 
 
 
 

Home >> Notícias >> AEC Kauê de Itaquera - Quando o coração vale mais que ouro e prata!

 
 

AEC Kauê de Itaquera - Quando o coração vale mais que ouro e prata!

 

Segunda colocada no Revezamento Pão de Açúcar, Terceira colocada nas 24 horas da Virada Esportiva.

 
 

27/09/2013 Fonte: Divulgação

 

Fonte:Foto: Divulgação

Algumas pessoas perseguem sonhos a vida inteira, outras simplesmente se acomodam, no entanto existem os obstinados, aqueles que acreditam e trabalham diariamente para atingirem seus objetivos, a esses damos o nome de guerreiros, aqueles que não se entregam e luta até o último segundo acreditando que não há vitória sem batalha. Neste final de semana 21 guerreiros, representando a AEC Kauê, foram pra a luta. Uma guerra sem armas, sem tiros, mas uma guerra! Como em toda batalha tivemos sangue, suor, lágrimas e aquela vontade de abandonar, porém o que diferencia “guerreiros” de pessoas normais, é a força do espírito que vem de dentro do coração. Desabafa Fran coordenador e fundador da AEC Kauê de Itaquera.

Na batalha do Esporte, ou melhor das corridas que aconteceram neste final de semana tivemos guerreiros representando a AEC Kauê de Itaquera em duas importantes provas, uma corrida de 24 horas, e outra no maior revezamento da América Latina, o Revezamento Pão de Açúcar que bateu o Record de Inscritos com 36.000 participantes.
Na corrida de 24 horas que teve inicio as 14:00hs de sábado a AEC Kauê que já venceu 02 edições da prova com uma equipe de 06 atletas, neste ano competiu na categoria de 12 atletas conseguindo a 3ª colocação no PET (antigo Ceret), tendo Kauê Ribeiro Silva, filho do Professor Fran competindo na categoria Solo e fazendo bonito mais uma vez, na mesma prova aconteceu também o “Troféu da Madrugada” com Hudson Renan uma jovem promessa de 17 anos da AEC Kauê conquistando a 5ª colocação.

No domingo o cenário da batalha foi o Parque do Ibirapuera, 36.000 corredores, o Octeto que representou a AEC Kauê de Itaquera foi formado por, Ivanildo Dias, André Luiz, Rafael Santeramo, Ronicesse Felix, Adriano Pacheco, Everton Barbosa, Leonardo Santana, Samuel Ribeiro, e a coordenação do Sr. Chiquinho e do Professor Fran que saiu da Pista do PET onde corria a prova de 24 horas para dar apoio ao Octeto.
“Tive uma das maiores emoções” dentro da minha carreira esportiva, mas este é o combustível que alimenta minha alma, fazer parte da Equipe de 12 atletas na corrida de 24 horas conseguindo a 3ª colocação e ver uma equipe formada apenas por amigos que tem alguma ligação com a “inclusão Social”, dentro de uma prova com 36.000 corredores atingir a 2ª colocação da forma como atingimos, ainda me faz acreditar que existem pessoas que valorizam sentimentos de amizade, companheirismo e amor pelo que faz, isso vale mais que ouro e prata, comenta Fran.
A vitória não está em que colocação você atinge ao final de uma competição, mas sim o quanto você doou de você ao término da mesma, vamos continuar acreditando e sonhando, pois este é combustível que nos movimenta e faz com que consigamos atingir nossos objetivos, finaliza o coordenador e fundador da AEC Kauê de Itaquera.

Texto: Fran/Marcos Falcon
Foto: Divulgação

 
 

Você comenta: