Terça-Feira, 16 de Jaeiro de 2018

 
 
 
 
 
 

Home >> Notícias >> Itaquera, tem seu valor e sua glória, tem heróis que elevam seu nome por onde passam!

 
 

Itaquera, tem seu valor e sua glória, tem heróis que elevam seu nome por onde passam!

 

Atletas do bairro e que iniciaram no Projeto Correndo para o Futuro da AEC Kauê se destacam em diversas competições.

 
 

13/08/2014 Fonte: Departamento de Marketing AEC Kauê

 

Fonte:Foto/Divulgação

No último final de semana de julho, em Santos, aconteceu a 3ª Corrida Vertical, realizada em Monte Serrat, quase 300 atletas subiram correndo os 415 degraus das escadarias do Mirante.

O Atleta da Solidariedade Fran Kauê (Francisco Carlos da Silva), participou das três edições da prova. E como nas edições anteriores, subiu ao pódio na categoria de 40 a 44 anos, conseguindo a 4ª colocação, em 2012 ficou em primeiro lugar, já em 2013 em 5º lugar.
Seguindo os passos do pai, Kauê Ribeiro de 19 anos, também atleta, neste ano foi o Campeão da Categoria de 18 a 19 anos (vice-campeão em 2013), e na Corrida do Final da Copa que aconteceu na cidade de Guarulhos, foi vice-campeão nesta mesma categoria.
Uma semana depois no dia 03 de agosto tivemos mais um final de semana que só comprova o título desta matéria, na Meia Maratona de São Bernardo deu André Luiz Silva Antonio (28 anos) em 1º na prova de 5km, o atleta já havia sido vice-campeão nesta mesma prova no ano passado.
Na Corrida Criança Esperança, o também Itaquerense e líder do ranking brasileiro sub-23 Rafael Santeramo que hoje representa o São Paulo F.C. também sagrou-se campeão da prova com o tempo de 12 minutos e 37 segundos.
Na mesma manhã aconteceu em Sabaúna a 1ª edição da Rainha da Montanha, na prova de 3km deu Tabatha Reila Dias de apenas 14 anos em 1º lugar, a atleta que vem se destacando em outras competições já é uma realidade no circuito metropolitano de corrida em montanhas, venceu as 04 edições realizadas pela Ritmo Certo e segundo o campeão brasileiro Naval de Freitas é uma grande promessa para o atletismo brasileiro.
Fran, demonstra alegria e comenta que todos os jovens começaram a treinar aos 12 anos de idade na pista de atletismo pintada no asfalto e que uma iniciativa simples como pintar uma rua com cinco raias e 200 metros pode colocar os atletas e o nome de Itaquera na briga por uma vaga nas Olimpíadas no Rio em 2016. Isso só comprova que o bairro não é apenas de craques de futebol mas também uma realidade no atletismo brasileiro.

 
 

Você comenta: