The upgraded design of rolex replica the watch's removable lugs after swiss rolex replica the new design uk replica watches makes the watch more flexible rolex replica watches and comfortable.

A.E.C. Kauê Itaquerense - Esporte, Solidariedade e Companheirismo

Sábado, 13 de Abril de 2024

 
 
 
 
 
 

Home >> Notícias >> Johnatas Cruz é o melhor Brasileiro e Sul-americano no Campeonato Mundial de Maratona

 
 

Johnatas Cruz é o melhor Brasileiro e Sul-americano no Campeonato Mundial de Maratona

 

Johnatas de Oliveira Cruz (29º lugar), Paulo Roberto de Almeida Paula (39º) e Justino Pedro da Silva (58º) representaram o País na prova de 42,195 km

 
 

19/09/2023 Fonte: CBAT

 

Fonte:Clica para Ampliar

O último dia de competições do Campeonato Mundial de Atletismo de Budapeste, na Hungria, foi aberto neste domingo (27/8) com a prova masculina da maratona. E, assim como ocorreu no sábado (26/8) na categoria feminina, a competição foi muito difícil por causa do calor e da alta umidade relativa do ar.

Os três brasileiros – Johnatas de Oliveira Cruz, Paulo Roberto de Almeida Paula e Justino Pedro da Silva – “sobreviveram” e completaram os 42,195 km. O mineiro Johnatas terminou em 29º lugar, com 2:15:13, o melhor sul-americano. O paulista Paulo Roberto, de 44 anos, ficou em 39º, com 2:17:18, enquanto o pernambucano Justino obteve a 58ª colocação, com 2:25:53.

“Foi uma prova muito dura e teve uma quebradeira geral”, comentou o treinador Luís Fernando de Almeida Paula, irmão gêmeo de Paulo Roberto, que acompanhou os maratonistas em Budapeste. “Foi uma corrida que maltratou todos os participantes.”

Luís Fernando afirmou que o Mundial de Budapeste foi o último da carreira de Paulo Roberto. "Ele vai continuar correndo em alto nível até os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. Depois disso, ele ainda vai correr, mas sem compromisso", disse. Paulo Roberto é um dos atletas mais consistentes da maratona. Entre seus grandes resultados estão o oitavo lugar nos Jogos de Londres-2012 e o sétimo no Mundial de Moscou-2013.

Dos 85 atletas que largaram na Praça dos Heróis apenas 60 completaram a prova e muitos precisaram de atendimento médico na chegada. O tiro de partida foi dado às 7 horas (2 horas de Brasília), com 22 graus e 77% de umidade. No final, a temperatura era de 28 graus, com 61% de umidade.

Apesar da situação adversa, quatro atletas conseguiram correr a distância – dividida num circuito de 10 km – abaixo de 2:10. A vitória ficou com Victor Kiplangat, de Uganda, com 2:08:53. O israelense Maru Teferi terminou em segundo lugar, com 2:09:12, seguido do etíope Leul Gebresilase, com 2:09:19.

Acompanhe o Brasil no Mundial de Atletismo de Budapeste no @atletismo.brasil e todas as notícias pelo www.cbat.org.br.

A Prevent Senior NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro oferecendo medicina esportiva de precisão e estilo de vida para os que se ligam no esporte e apoio às competições.

As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.
Fonte: CBAT - Confederação Brasileira de Atletismo

 
 

Você comenta: